2007/03/07

Aniversário do Partido Comunista Português
Por Nuno Cavaco
A criação do partido político da classe operária, o Partido Comunista Português vem colocar no campo político uma organização que fazia da intervenção dos trabalhadores e da luta de classes o seu objecto, com vista à melhoria das condições de vida dos trabalhadores e do povo, nunca se esquecendo do seu propósito, a libertação do homem ou melhor, tendo em vista acabar com a exploração do homem pelo homem.
O Partido Comunista Português foi formado em 1921, mais precisamente em Março de 1921. Na sua formação muito contribuíram dois factos, o desenvolvimento do movimento operário português e a influência da Revolução Socialista de Outubro.O desenvolvimento do movimento operário português entre 1910 e 1920 originou a criação de organizações de massas que abordavam os aspectos sindicais. Em 1919 nasce a Confederação Geral do Trabalho (CGT), que chegou a representar mais de 100 000 filiados, facto que por si só é ainda hoje motivo de admiração. Este movimento operário levou a que a luta dos trabalhadores se situasse na esfera da luta de classes, denunciando os mecanismos de exploração capitalista. Mas as lutas dos trabalhadores não visavam o poder do estado e a sua utilização em benefício dos trabalhadores.A Revolução Socialista de Outubro na Rússia em 1917, foi a primeira tentativa vitoriosa de banir da sociedade toda a opressão e exploração, a exploração do homem pelo homem. Baseada e estruturada na aliança entre operários e camponeses russos, a revolução dirigida pelos bolcheviques, aconteceu no calor de uma crise mundial que resultou na I Guerra Mundial, tinha um profundo carácter internacionalista. Libertando a classe operária russa, tinha também um sentido emancipador de toda a humanidade, pois fizera seu o lema marxista “Proletários de todos os países, uni-vos!”. A Revolução Socialista e o seu carácter internacionalista, conduziu a que as ideias revolucionárias de que os trabalhadores poderiam decidir os seus destinos e que os grandes triunfos das massas unidas revertiam a seu favor “chegassem” a muitos trabalhadores, fazendo com que estes sentissem necessidade de se unir para lutar pelas suas causas. O movimento operário português solidarizou-se com a Revolução Socialista o que ficou expresso numa resolução aprovada pela Federação Sindical dos Transportes, filiada na CGT, em que se decidia que os trabalhadores dos transportes entrariam em greve se fossem obrigados a transportar qualquer apoio a um qualquer exército agressor à Revolução de Outubro.São estes os dois factores que levaram à criação do Partido Comunista Português em Março de 1921, resultaram da necessidade de consciencialização dos trabalhadores e do povo e da necessidade de organização da classe operária portuguesa com vista à sua libertação face à exploração pelo poder capitalista. A criação do partido político da classe operária, o Partido Comunista Português vem colocar no campo político uma organização que fazia da intervenção dos trabalhadores e da luta de classes o seu objecto, com vista à melhoria das condições de vida dos trabalhadores e do povo, nunca se esquecendo do seu propósito, a libertação do homem ou melhor, tendo em vista acabar com a exploração do homem pelo homem.Hoje passados 86 anos, o Partido Comunista Português comemora esta data, lembrando todos os homens e mulheres que lutaram pelos seus propósitos conscientes de que a luta continua. Hoje passados 86 anos, o Partido Comunista Português está como sempre esteve empenhado na construção de um Portugal Melhor.
Nuno Cavaco
Membro da Comissão Concelhia do Partido Comunista Português do Concelho da Moita
http://www.rostos.pt

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial